Meios de Transporte em Londres

Olá! Já contamos como chegamos, onde  ficamos hospedados e onde fizemos nossas refeições por Londres. Agora é hora de compartilhar como nos locomovemos pela cidade britânica durante nossa estadia!

Logo quando começamos a pesquisar sobre como faríamos o transporte  em Londres, tomamos conhecimento de um cartão – o Oyester Card – que une os principais meios de locomoção da cidade (metrô, trens, ônibus e bonde) e possui diversas opções de recarga para visitantes – de acordo com o número de dias em que se irá permanecer na cidade.O cartão custa 5 libras (que é reembolsado quando você devolve o cartão) e suas opções de recarga incluem o “pay as you go” (que foi nossa escolha) e também o “travel card“. Ele é comprado nas estações de metrô – inclusive do aeroporto – além de mercados, bancas, lojas… Para decidir o que mais vai compensar para sua visita, saber sobre o funcionamento e conferir as tarifas atualizadas de cada serviço, você pode acessar o site oficial do Oyster.

Esses são os cartões. 😉

Não tivemos dificuldade com o metrô de Londres – que é muito eficiente e intuitivo (sem falar do charme e das particularidades desse, que também é um ponto turístico de Londres! ). Também é uma forma bem barata, já que táxis não tem preços muito convidativos, principalmente pagando em libras. Também existem vários aplicativos que podem te ajudar na hora de pegar o trem certo para cada destino – no nosso caso, o Citymapper foi extremamente útil e prático.

Passeios a pé também são uma ótima alternativa, já que a cidade é linda plana e, dessa forma, você explora ainda mais detalhes dela. Em questão de localização existem várias placas que informam aonde você está e quais os pontos mais próximos a sua localização. Resumindo: é uma cidade que está preparada para receber turistas e tornar a locomoção fácil para eles.

Mesmo com mapa impresso e com ajuda de alguns apps, esses totens são bem úteis durante os passeios.

You are here!!!

Esses foram nossos principais meios de condução por Londres! Vale ressaltar, que para qualquer viagem que você for fazer, a etapa do planejamento é muito importante – desenvolver os roteiros (se possível por regiões), programar as visitas, calcular o gasto diário entre outros aspectos, resulta num maior aproveitamento do seu tempo, dinheiro e,  em conseqüência, da sua viagem.

No próximo post, vamos falar mais sobre planejamento – inclusive sobre como fazer a reserva antecipada de atrações (e economizar) para visitas em Londres!

Abraços,
Lorena e André

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s